E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor, Meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador,porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo. (Lc 1,47-49)

sábado, 28 de novembro de 2009

Espiritualidade do advento


A liturgia do Advento nos impulsiona a reviver alguns dos valores essenciais cristãos, como a alegria expectante e vigilante, a esperança, a pobreza, a conversão.
Deus é fiel a suas promessas: o Salvador virá; daí a alegre expectativa, que deve nesse tempo, não só ser lembrada, mas vivida, pois aquilo que se espera acontecerá com certeza. Portanto, não se está diante de algo irreal, fictício, passado, mas diante de uma realidade concreta e atual. A esperança da Igreja é a esperança de Israel já realizada em Cristo mas que só se consumará definitivamente na parusia do Senhor. Por isso, o brado da Igreja característico nesse tempo é "Marana tha"! Vem Senhor Jesus!


Fonte: Comshalom.org

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

sábado, 21 de novembro de 2009

Cristo Rei do Universo


Oh! Cristo Jesus, reconheço-vos Rei Universal. Tudo o que foi feito, para vós foi criado. Exercei em mim vossos direitos. Renovo minhas promessas de batismo, renunciando a Satanás, às suas pompas e às suas obras, e prometo viver como bom cristão. Muito particularmente comprometo-me a fazer triunfar, por todos os meios que puder, os direitos de Deus e de vossa Igreja. Divino Coração de Jesus, ofereço-vos minhas pobres ações, para alcançar que todos os corações reconheçam vossa realeza e assim se estabeleça no universo inteiro o vosso Reino

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

terça-feira, 17 de novembro de 2009

domingo, 15 de novembro de 2009

Renda-se!!!



Naquele tempo, Jesus disse a seus discípulos:
24“Naqueles dias, depois da grande tribulação, o sol vai se escurecer, e a lua não brilhará mais, 25as estrelas começarão a cair do céu e as forças do céu serão abaladas.
26Então vereis o Filho do Homem vindo nas nuvens com grande poder e glória. 27Ele enviará os anjos aos quatro cantos da terra e reunirá os eleitos de Deus, de uma extremidade à outra da terra.
28Aprendei, pois, da figueira esta parábola: quando seus ramos ficam verdes e as folhas começam a brotar, sabeis que o verão está perto. 29Assim também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Filho do Homem está próximo, às portas.
30Em verdade vos digo, esta geração não passará até que tudo isto aconteça. 31O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão. 32Quanto àquele dia e hora, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, mas somente o Pai”.


quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Deus e Eu no sertão..



Nunca vi ninguém
Viver tão feliz
Como eu no sertão

Perto de uma mata
E de um ribeirão
Deus e eu no sertão

Casa simplesinha
Rede pra dormir
De noite um show no céu
Deito pra assistir

Deus e eu no sertão

Das horas não sei
Mas vejo o clarão
Lá vou eu cuidar do chão

Trabalho cantando
A terra é a inspiração
Deus e eu no sertão

Não há solidão
Tem festa lá na vila
Depois da missa vou
Ver minha menina

De volta pra casa
Queima a lenha no fogão
E junto ao som da mata
Vou eu e um violão

Deus e eu no sertão

terça-feira, 10 de novembro de 2009

sábado, 7 de novembro de 2009

32º Domingo do Tempo Comum



Ele lhes dizia em sua doutrina: Guardai-vos dos escribas que gostam de andar com roupas compridas, de ser cumprimentados nas praças públicas
39. e de sentar-se nas primeiras cadeiras nas sinagogas e nos primeiros lugares nos banquetes.
40. Eles devoram os bens das viúvas e dão aparência de longas orações. Estes terão um juízo mais rigoroso.
41. Jesus sentou-se defronte do cofre de esmola e observava como o povo deitava dinheiro nele; muitos ricos depositavam grandes quantias.
42. Chegando uma pobre viúva, lançou duas pequenas moedas, no valor de apenas um quadrante.
43. E ele chamou os seus discípulos e disse-lhes: Em verdade vos digo: esta pobre viúva deitou mais do que todos os que lançaram no cofre,
44. porque todos deitaram do que tinham em abundância; esta, porém, pôs, da sua indigência, tudo o que tinha para o seu sustento. ( Mc 12,38-44)

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Viver é Cristo, morrer é lucro (Fl 1,3 )



A morte não é o fim, e sim o começo da vida. Vida essa que Deus sempre sonhou pra todos nós desde a criação do mundo, uma vida plena e feliz, uma vida eterna. No início da criação o Senhor Deus disse: não comas do fruto da árvore da ciência do bem e do mal; porque no dia em que comeres, morrerás (Gn 2,17). Adão desobedeceu, e pela sua desobediência entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim a morte passou a todo gênero humano, porque todos pecaram ... (Rm 5,12) Morrer não significa deixar de existir, como muitos dizem por aí: “se foi”, “bateu as botas”, “esse (a) já era”. O Senhor veio até nós para dizer-nos que nem tudo está perdido, a morte não é derrota,e sim vitória. Em adão todos nós morremos, mais em Cristo todos nós reviveremos ( I Cor 15,22), pois aquele que crê em Cristo, que é a Ressurreição e a Vida, mesmo que esteja morto, viverá. Crês nisto? Se creres verás a glória de Deus ( Lc 11,25;40)
Porque a morte não foi o desejo de Deus pra nós, pelo contrário, se olharmos nos evangelhos vamos perceber que Jesus se compadecia das pessoas que perdiam seus entes queridos, chorava com elas (Lc 7,11-17; Lc 8,40-56; Lc 11,1-44) como diz o Salmo 115,6: é penoso para o senhor ver morrer os seus fiéis. Por isso numa perda de um ente querido, seguremos bem forte nas mãos de Jesus, pois ele se compadece de nós e nos sustenta.
Um dia todos nós iremos morrer,do pó viemos e para o pó voltaremos. (Gn 3,19), “partiremos dessa para melhor”,ou seja, para um lugar onde viveremos eternamente na presença do Senhor Jesus.


Por Tiago Oliveira

domingo, 1 de novembro de 2009

As bem Aventuranças


Todo o Evangelho é um convite para viver das virtudes e dos dons do Espírito Santo. Cada passo da vida de Jesus, cada palavra saída de sua boca nos leva a buscar a Deus com mais amor, a vencer as tentações, a agir bem.

Essa vida de virtudes e de dons é o começo da vida eterna, do Paraíso, já presentes na alma em estado de graça. A Vida Eterna também é chamada de Beatitude, que significa felicidade. Os que vivem no céu são os beatos, ou bem-aventurados. Por isso, Nosso Senhor, no sermão da montanha, que lemos no cap. V de São Mateus, chama de bem-aventurados, ou seja, felizes, aqueles que viverem as bem-aventuranças que ele descreve, pois elas são atos que podemos fazer, atos de grande perfeição, que já nos faz participar da felicidade do céu. Eis como nos ensina Nosso Senhor no Evangelho citado.

«Bem-aventurados os pobres de espírito porque deles é o Reino dos Céus.

Bem-aventurados os mansos porque possuirão a terra.

Bem-aventurados os que choram porque serão consolados.

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque serão saciados.

Bem-aventurados os misericordiosos porque alcançarão misericórdia.

Bem-aventurados os puros de coração porque verão a Deus.

Bem-aventurados os pacíficos porque serão chamados filhos de Deus.»

E Jesus termina resumindo tudo numa só frase: «Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor da justiça, porque deles é o Reino dos Céus»

FONTE: capela.org.br



"ORAÇÃO A VIRGEM MÃE DE DEUS DAS CANDEIAS"

Virgem Santíssima, Mãe de Deus das Candeias
Vós que pelos merecimentos de vosso filho Onipotente, tudo alcançais em benefício dos pecadores de quem sois igualmente Senhora e Mãe. Vós que não desprezeis as súplicas humanas, nem a elas fechais o vosso compassivo e misericordioso coração: iluminai-me na estrada da vida, encaminhai os meus passos e as minhas ações para o verdadeiro bem. Livrai me de todos os perigos a que está exposta a minha fraqueza; defendei-me dos meus inimigos, todos os dias de minha vida, enquanto não me virdes já salvo no céu a agradecer-vos e louvar-vos. E depois de todos estes benefícios da vossa clemência nesta vida, conduzi a minha alma para a morada dos anjos, onde estais com Jesus Cristo, Nosso Senhor, que vive e reina por todos os séculos dos séculos.
Amém.